Tag Archives: canto d’aqui

AMIGOS MAIORES NA CASA DA MÚSICA

Anúncios
Com as etiquetas , , , , ,

CANTO D’AQUI NA CASA DA MÚSICA – DIÁRIO DO MINHO

Amigos Maiores no Diário do Minho – 30 Setembro 2012

Com as etiquetas , , ,

CANTO D’AQUI LEVA ZECA E ADRIANO À CASA DA MÚSICA

O tributo do grupo e dos convidados aos maiores cantautores portugueses leva o público a viajar pelos percursos da vida musical de Adriano e de Zeca, dia 7 de Outubro, no Porto.

Para o espectáculo estão convidadas figuras incontornáveis do panorama musical português, que darão vida às músicas incontornáveis de José Afonso e Adriano Correia de Oliveira, entre os quais Sebastião Antunes Francisco Fanhais, e o público poderá vai ainda ouvir um coro com mais de uma centena de cantores, composto pelo Coro da  Associação de Pais do Conservatório Calouste Gulbenkian – Braga, pelo Coro Vox Populi – S. Pedro da Cova, e ainda pelo Grupo Coral – Canto Décimo – Ovar.

 É com um programa pensado para dar a conhecer os percursos musicais dos dois cantautores, onde cabem, claro, as melodias mais conhecidas, que o grupo Canto D’Aqui presta homenagem a Zeca e a Adriano na Casa da Música.

A abordagem do grupo de sopros às obras escolhidas é a verdadeira inovação do espectáculo que o Canto D’Aqui leva em Outubro à Casa da Música. Em primeiro lugar, porque vão interpretar temas emblemáticos” da carreira dos dois cantautores com uma “roupagem totalmente nova, conta-nos Filipe Cunha, que dirige o concerto. Depois, porque estes são músicos de bandas filarmónica, que vão incorporar este património e levar, mais tarde, para os seus próprios grupos “a riqueza dos temas do Zeca e do Adriano”, continua.

Aliás, é essa a filosofia do enorme conjunto de indivíduos e entidades subscritoras do manifesto dos Amigos Maiores que o Pensamento, que se juntam desde o inicio de 2012 para celebrar a vida e obra de duas das maiores figuras do panorama musical português. Porque, respectivamente,há 25 e 30 anos, Adriano e Zeca partiram, o ano tem sido dedicado a partilhar as canções e o património artístico dos cantautores, a partir do projecto Amigos Maiores que o Pensamento, num programa repleto de actividades culturais, concertos e tertúlias, em Portugal e lá fora.

A sessão será ainda marcada pelaapresentação da obra “Provas de Contacto”, um livro que reúne testemunhos de muitos dos que conheceram e viveram os acordes e as letras das músicas dos autores de “Grândola Vila Morena” e “O Canto e as Armas” e que assinala o espírito do movimento cívico dos Amigos Maiores que o Pensamento que, ao longo de um ano, uniu escolas e bandas musicais, associações recreativas e restaurantes tradicionais, espaços culturais e grupos de teatro, um pouco por todo o país. A obra é publicada pela cooperativa cultural CulturePrint e integra textos de Manuel Alegre, Alípio de Freitas, Francisco Duarte Mangas, João Pedro Mésseder, José Duarte, Regina Guimarães, Júlio Cardoso ou Manuel Freire, entre outros.

O concerto dos Amigos Maiores, que se realiza dia 7 de Outubro, pelas 18h00, na sala Suggiada Casa da Música, termina com mais de 120 músicos em palco e será, por isso, um momento único no Porto. As ultimas quatro músicas serão cantadas e tocadas “por muitos do que admiram e estudam a maravilhosa obra do Zeca e do Adriano”, termina Filipe Cunha.

SOBRE O CANTO D’AQUI

Fundado em 1984, o Grupo Canto D’Aqui tem desenvolvido um trabalho de relevo na pesquisa e divulgação da música tradicional e popular portuguesa, com o objectivo de manter viva a nossa cultura musical.

Actualmente é composto por dez elementos, que interpretam temas de todas as regiões de Portugal, executando instrumentos como, bandolins, cavaquinhos, violas braguesas, concertina, violão baixo, entre outros de cariz tradicional, que acompanham um conjunto de vozes de grande qualidade melódica.

http://www.cantodaqui.com/

Com as etiquetas , , , , ,

APRESENTAÇÃO “PROVAS DE CONTACTO” NA FESTA DO AVANTE

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “PROVAS DE CONTACTO”

Depois do lançamento no Porto, o livro “Provas de Contacto” vai ser apresentado em Lisboa, dia 8 de Setembro, num dos maiores e mais emblemáticos eventos culturais do país, a Festa do Avante.

Festa do Livro, o pavilhão do Avante onde se encontram boas edições e música a bons preços, recebe o mais recente livro publicado pela CulturePrint, que reúne os testemunhos de figuras como Manuel Alegre, Alípio de Freitas, Francisco Duarte Mangas, João Pedro Mésseder, José Duarte, Regina Guimarães, Júlio Cardoso ou Manuel Freire e que está inserido no projecto Amigos Maiores que o Pensamento.

As apresentações são duas, sábado às 16h30 e às 23h30, e decorrerão logo após os concertos “Amigos Maiores que o Pensamento” do grupo Canto D’Aqui, ao mesmo tempo da sessão de autógrafos do seu último CD – “Tributo a Zeca Afonso”, no grande pavilhão da Festa do Livro muito próximo do Pavilhão e Palco Internacional, como podem ver no mapa (link para o Mapa).

8 Setembro 2012, SÁBADO

16h30 – AUDITÓRIO 1º DE MAIO

23h30 – PALCO SOLIDARIEDADE, ESPAÇO INTERNACIONAL –

com a participação de José Duarte (Jazzé) e Hélder Costa (Grupo de Teatro “A Barraca”)

após os concertos  Canto d’Aqui/Amigos Maiores que o Pensamento

 O Grupo Canto d’Aqui apresenta o disco “Tributo a Zeca Afonso”, seguida de uma sessão de autógrafos, com Miguel Oliveira e Filipe Cunha (maestro)

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

CANTO D’AQUI LEVA ZECA E ADRIANO À CASA DA MÚSICA

O tributo do grupo e dos convidados aos maiores cantautores portugueses leva o público a viajar pelos percursos da vida musical de Adriano e de Zeca, dia 7 de Outubro, no Porto.

Para o espectáculo estão convidadas figuras incontornáveis do panorama musical português, que darão vida às músicas incontornáveis de José Afonso e Adriano Correia de Oliveira, entre os quais Sebastião Antunes e Francisco Fanhais, e o público poderá vai ainda ouvir um coro com mais de uma centena de cantores, composto pelo Coro da – Associação de Pais do Conservatório Calouste Gulbenkian – Braga, pelo Coro Vox Populi – S. Pedro da Cova, e ainda pelo Grupo Voral – Canto Décimo – Ovar.

 É com um programa pensado para dar a conhecer os percursos musicais dos dois cantautores, onde cabem, claro, as melodias mais conhecidas, que o grupo Canto D’Aqui presta homenagem a Zeca e a Adriano na Casa da Música.

A abordagem do grupo de sopros às obras escolhidas é a verdadeira inovação do espectáculo que o Canto D’Aqui leva em Outubro à Casa da Música. Em primeiro lugar, porque vão interpretar temas emblemáticos” da carreira dos dois cantautores com uma “roupagem totalmente nova, conta-nos Filipe Cunha, que dirige o concerto. Depois, porque estes são músicos de bandas filarmónica, que vão incorporar este património e levar, mais tarde, para os seus próprios grupos “a riqueza dos temas do Zeca e do Adriano”, continua.

Aliás, é essa a filosofia do enorme conjunto de indivíduos e entidades subscritoras do manifesto dos Amigos Maiores que o Pensamento, que se juntam desde o inicio de 2012 para celebrar a vida e obra de duas das maiores figuras do panorama musical português. Porque, respectivamente, há 25 e 30 anos, Adriano e Zeca partiram, o ano tem sido dedicado a partilhar as canções e o património artístico dos cantautores, a partir do projecto Amigos Maiores que o Pensamento, num programa repleto de actividades culturais, concertos e tertúlias, em Portugal e lá fora.

A sessão será ainda marcada pela apresentação da obra “Provas de Contacto”, um livro que reúne testemunhos de muitos dos que conheceram e viveram os acordes e as letras das músicas dos autores de “Grândola Vila Morena” e “O Canto e as Armas” e que assinala o espírito do movimento cívico dos Amigos Maiores que o Pensamento que, ao longo de um ano, uniu escolas e bandas musicais, associações recreativas e restaurantes tradicionais, espaços culturais e grupos de teatro, um pouco por todo o país. A obra é publicada pela cooperativa cultural CulturePrint e integra textos de Manuel Alegre, Alípio de Freitas, Francisco Duarte Mangas, João Pedro Mésseder, José Duarte, Regina Guimarães, Júlio Cardoso ou Manuel Freire, entre outros.

O concerto dos Amigos Maiores, que se realiza dia 7 de Outubro, pelas 18h00, na sala Suggia da Casa da Música, termina com mais de 120 músicos em palco e será, por isso, um momento único no Porto. As ultimas quatro músicas serão cantadas e tocadas “por muitos do que admiram e estudam a maravilhosa obra do Zeca e do Adriano”, termina Filipe Cunha.

 

SOBRE O CANTO D’AQUI

Fundado em 1984, o Grupo Canto D’Aqui tem desenvolvido um trabalho de relevo na pesquisa e divulgação da música tradicional e popular portuguesa, com o objectivo de manter viva a nossa cultura musical.

Actualmente é composto por dez elementos, que interpretam temas de todas as regiões de Portugal, executando instrumentos como, bandolins, cavaquinhos, violas braguesas, concertina, violão baixo, entre outros de cariz tradicional, que acompanham um conjunto de vozes de grande qualidade melódica.

http://www.cantodaqui.com/

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , ,

“AMIGOS MAIORES QUE O PENSAMENTO” no Coreto da Alameda de São Dâmaso, Guimarães

6ª feira, 17 de Agosto, 21h30m

 

1- CRISTINA BRIONA – “Stand up Comedy” desátira social | Música (Matosinhos)

 

2- ANA RIBEIRO | ANA AFONSO | HELENA SARMENTO – música e palavra de José Afonso, Adriano Correia de Oliveira e outros (Porto)

 

Sábado, 18 de Agosto, 21h30m

 

1- GENTE DO “CANTO D´AQUI” – Música Tradicional Portuguesa e de José Afonso e Adriano Correia de Oliveira (Braga)

 

2- MANOLO BACALLAU – Música Tradicional Galega e canções de José Afonso (Ferrol, Galiza)

 

Esta iniciativa enquadra-se no convite recebido do CÍRCULO DE ARTE E RECREIO (Guimarães) subscritor deste projecto.

Com as etiquetas , , , , , , ,

CONCERTO AMIGOS MAIORES NO VIVA A MÚSICA, DE ARMANDO CARVALHEDA

Podem ouvir aqui o programa Viva a Música, com Sopros de Zeca, e Grupo Canto D´Aqui!

Extractos do Concerto” Amigos Maiores que o Pensamento”  que vai acontecer na Casa da Música no dia  7 de Outubro 2012, 18 horas! 

Com as etiquetas , , , , ,

listagem de iniciativas e ideia agendadas

1.1. Teatro Ensaio (Inês Leite, Pedro Estorninho): Companhia de Teatro e Associação Cultural – Porto. Tem interesse em estabelecer parcerias de vários tipos e pode servir de ponte para disponibilizar o espaço do CACE Cultural do Porto, onde o Teatro Ensaio faz algumas actividades;

1.2. Terra Viva + Associação Internacional de Trabalhadores (AIT): “Revolucanção” – projecto de recuperação da memória musical histórica (não só portuguesa, mas também internacional). Pretende-se que este projecto seja apresentado em bares, com a audição das canções, o esclarecimento do contexto em que as canções emergiram, uma pequena discussão e um karaoke no final. No projecto “Amigos Maiores que o Pensamento” seriam utilizadas as músicas mais esquecidas de Zeca e Adriano;

1.3. AJA Norte tem disponíveis algumas exposições: “José Afonso, Poeta, Andarilho e Cantor” e em colaboração com o “mc” – “Mundo da Canção a exposição, “O que Faz Falta”. Além disso tem disponível um “puzzle” de dimensões grandes a montar em locais públicos e diverso material audiovisual;

1.4. Galeria Porto Oriental (Ana Maria Abrantes): têm à disposição um espaço na zona do Bonfim (Porto) e está aberta a sugestões de projectos que possam ser apresentados em parceria com a galeria;

1.5. Orfeão de Matosinhos (Maria Teresa Queirós) Cedência das suas instalações, em datas a designar, para exposições, conferências, saraus, etc. Disponibilidade para se deslocarem com o Coro Misto e Grupo de Poesia a outras localidades;

1.6. Casa do Povo da Longra (Felgueiras, Adão Coelho) – disponível para acolher no seu auditório iniciativas no âmbito deste projecto;

1.7. do IMAGINÁRIO – associação cultural (Évora, Gil Salgueiro Nave) – disponível para acolher iniciativas no âmbito deste projecto;

1.8. Café Cultural (Senhora da Hora – Matosinhos, Sofia Pinto) – nos concertos e nas noites temáticas, nomeadamente a “Noite Portuguesa” e a “Noite de Cinema”o tema celebrativo do movimento poderá estar presente quer com música ao vivo nas noites específicas de concerto, quer com música gravada nas noites portuguesas ou outras actividades nestas noites (sessões de declamação de textos e poesia?), quer com projecção de filmes ou documentários alusivos ao Zeca e ao Adriano;

1.9- Centro InterculturaCidade (Lisboa) – disponibiliza espaço para iniciativas;

1.10-A Direcção da Casa dos Açores do Norte coloca à disposição do Projecto, uma sala  para 40 pessoas equipada com projector “ data show” e piano de concerto no centro do Porto, Rua do Bonfim;

1.11- Cadeira de Van Gogh (Porto), mais uma vez disponibiliza o espaço para futuras iniciativas;

1.12-O projecto “Carl Orff Projecto” (Matosinhos) tem em preparação com António Domingos da “Cadeira de Van Gogh” (Porto) uma iniciativa poético/musical;

1.13-O Sindicato dos Professores do Norte, enquadrado no seu 30º aniversário, organizará uma iniciativa no âmbito deste projecto;

1.14– Ideias / sugestões( Raul Calado)

“Tenho no PC uns mil e tal filmes.De todos os géneros,sobre muitos assuntos, e muito bons.São bons para mim.Ajudaram muito a minha formação.Até me ajudaram a entender e amar o Zeca e o Adriano… Embora nenhum deles figure ou seja citado nos filmes. Posso organizar uma sessão de Cinema. Ou duas ou 20.Mas primeiro tenho que saber se estão interessados.

Para que me entendam,dou uns exemplos :

“Memoria del Saqueo”. Documentário de longa metragem de Fernando Solanas. Parece bruxedo, mas conta como a Argentina faliu aqui há uns anos. E o bruxedo é que,quase inevitavelmente, é uma antevisão do que nos espera.Porque tudo aconteceu em democracia,com eleições e em perfeita legalidade.Tudo porque a Argentina tinha uma divida crónica… Só uma pequena diferença : era um pais rico…Aqui vai ser pior…

“Os Diabos”.Ficção de Ken Russell.É a reconstituição dos acontecimentos em Loundoum(França) aí por volta de 1500.Todas as freiras do convento ficaram possessas. Incluindo a Madre Superiora(Vanessa Redgrave).E depois entra o Rei, a Inquisição e outras curiosidades.Certamente por curiosidade o filme esteve em exibição UMA SEMANA em Londres.Depois foi curtado,proibido,etcetc. Eu acho que é uma obra prima e um quase documentário sobre a Inquisição…Uma das acusações que lhe fazem é que é excessivamente violento( o filme,porque se sabe que a Inquisição não usava métodos violentos…).”

1.15-Tendo aderido ao projecto “Amigos Maiores que o Pensamento”, o Espaço Anémona ( Porto) gostaria de participar activamente na divulgação de acções preconizadas pelos membros aderentes. Para isso, disponibilizará a título gratuito as suas instalações para actividades culturais que estejam em sintonia com a nossa filosofia de “cultura sustentável”.

(alguma) Calendarização

1– 25 de Janeiro de 2012Apresentação do Projecto / Conferência de Imprensa/ da Casa da Música – Porto;

2 26 de Janeiro 2012 – Bar Svbvra”, Braga – poemas não musicados de José Afonso. Primeira música  nova – mês de Janeiro: poema de José Afonso, “A MINHA VOZ NÃO OUVE A VOZ DO VENTO”   “in”  “Primeiros Poemas” –  Coimbra 1955. Composição – Manuel Sampaio

3 27 de Janeiro – “Poetas à Mesa” – parceria entre o Teatro Ensaio e a AJA norte, Porto. Primeira das seis sessões de 2012.Esta será sobre poetas de Trás-os-Montes, com gastronomia local a “ajudar”. Haverá uma “entrada simbólica”- devidamente anunciada – para ajudar a pagar os custos dos bens “comestíveis”;

4 Fevereiro de 2012 – Fátima Santos, radicada em Bloomfield, NJ, Estados Unidos, com acompanhamento (entre outros) de José Luís Iglésias ( músico que acompanhou Zeca Afonso)  vai produzir, em todos os sábados de Fevereiro de 2012, sessões de divulgação da obra do Zeca Afonso, integradas no do projecto “Amigos Maiores Que o Pensamento”.

5- 17 de Fevereiro – Braga- Colóquio/ Debate com Mário Correia e Rúben de Carvalho – Apresentação do livro – “Adriano Correia de Oliveira – Um Trovador da Liberdade” com momentos musicais do grupo Canto d´Aqui;

6– 23 / 24 de Fevereiro de 2012 – “Grupo Canto D’ Aqui” – concerto em Braga, Theatro Circo, que se denominará “Amigos Maiores que o Pensamento”;

7– 23 de Fevereiro – sessão evocativa de José Afonso – Núcleo da AJA Lisboa – Academia de santo Amaro ( Alcântara)

8- 24 de Fevereiro de 2012 – Resturante “ O Bispo” – Seixal – Evocação de José Afonso e  Adriano.

93 a 7 de Abril –  TEatroensaio e Teatro e Art’Imagem (Porto) vão apresentar no Teatro Helena Sá  e Costa(Porto) a peça “Madrugada”, com música de José Mário Branco.Com esta iniciativa pretende também, sinalizar os 30 anos de actividade do Teatro Art’Imagem;

10 – 14 de Abril – Comissão Organizadora das Comemorações Populares do 25 de Abril – Santarém : Romagem à Campa de Adriano Correia de Oliveira, em Avintes (12h) .Nasceu a 9 de Abril. Faleceu há 30 anos.

11 – 20 de Abril – 21h 30m – Comissão Organizadora das Comemorações Populares do 25 de Abril – Santarém

Tributo a Zeca e Adriano – “Amigos Maiores que o Pensamento”

Sessão alusiva dos 25 anos do falecimento de Zeca Afonso e 30 anos do falecimento de Adriano Correia de Oliveira, integrada no Movimento/Manifesto a nível nacional.

Local: Convento de S. Francisco

12“ABRIL, LEMBRANÇAS MIL”MIRA, 24, 25,  27, 28 e 30 DE ABRIL 2012
PROGRAMA
dia 24 – inauguração da exposição alusiva ao 25 de abril e a zeca
afonso e adriano correia de oliveira e tertúlia “conversas ao
borralho”, na biblioteca escolar da eb2.
dia 25- largada de pombos e música, no jardim municipal.
dia 27 – inauguração de exposição de pintura no feminino, no café aliança.
dia 28 – sessão solene sobre o 25 de abril e sobre zeca afonso e
adriano correia de oliveira no salão nobre da câmara municipal e
homenagem a zeca afonso e adriano correia de oliveira, com palavras,
música e canções, em local a designar.
dia 30 – tertúlia “as portas que abril abriu”, no café aliança.
UMA INICIATIVA CONJUNTA DO PROJECTO CULTURA E CIDADANIA, DA BIBLIOTECA
ESCOLAR DA EB2 DE MIRA, DA ASSOCIAÇÃO JOSÉ AFONSO, DO PROJECTO AMIGOS
MAIORES QUE O PENSAMENTO, DA CÂMARA MUNICIPAL DE MIRA E DE OUTRAS
ENTIDADES LOCAIS, REGIONAIS E NACIONAIS
.

1328 de Abril, 2012, 21h30 – Serão Cultural ” A Revolução Canta-se em Português”, com a actuação do Coro Misto do Orfeão de Matosinhos e do seu Grupo de Poesia, interpretando temas do Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira, assim como de outros autores que ainda se encontram entre nós;

14– Teatro “O Fantocheiro”: 1º fim-de-semana de Maio de 2012 – estreia de uma nova peça de teatro coreografada com músicas do Zeca Afonso;

15- Galeria Porto Oriental/ AJA norte: Julho de 2012 – exposição de artes plásticas tendo como motivo as músicas “ A Morte Saiu à Rua (José Afonso) e a “Noite dos Poetas (Adriano Correia de Oliveira)

16– Setembro de 2012“Tertúlias Itinerantes” (Felgueiras, José Carlos Pereira)

17Ano de 2012 – sessões de dois em dois meses, “POETAS À MESA” (Parceria Teatro Ensaio/ AJA Norte): poesia de temática regional, envolvendo gastronomia;

18Ano de 2012 – Sessões mensais,”Bar Svbvra”, Braga (Manuel Sampaio): irá realizar uma sessão – 1ª ou última quinta-feira de cada mês – em que será lançado o desafio para serem musicados os poemas de José Afonso que não foram ainda musicados. Se for possível, estas músicas serão gravadas em disco;

19Ano de 2012 Mário Correia (Sons da Terra): pretende-se realizar um congresso de música popular, com os “históricos” da música portuguesa, que culminará num grande concerto em Lisboa. Foi avançada a ideia de se propor uma redefinição do projecto que inclua a participação da plataforma de subscritores;

20– Ano de 2012, Aja norte“Gente d´Aqui e d´Agora”: em ambiente de tertúlia prestar tributo e falar da obra de gente que ainda está viva e se recomenda e que, coincidentemente, em 2012, terá, também, “números redondos” na sua idade: Samuel, José Mário Branco, Francisco Fanhais, Manuel Alegre, Manuel Freire, etc. Mas não só: convidar gente do imaginário de José Afonso e Adriano (Arnaldo Trindade, Avelino Tavares, Paulo Sucena, por exemplo) a virem falar-nos deles;

21– Ano de 2012-Aja Região de Aveiro – organizará iniciativas, a elencar, no âmbito deste projecto;

22– Ano de 2012-SPN (Henrique Borges) – lançamento de um CD com poemas de Paulo Sucena (“velho” amigo de Adriano Correia de Oliveira)

23– Ano de 2012- Associação “Sapato 43” (Ana da Palma/ Jorge Delmar) – Mostra de “BD” – multimédia “Cartoon e BD no Calor da Revolução”; dar continuidade ao projecto “Ocupar Abril, Tomar de Assalto o Mês de Maio”; lançar um projecto em torno de um poema palestino;

24– Ano de 2012 – CAR – Círculo de Arte e Recreio está a tentar ajudar a construir, com outras entidades de Guimarães, se possível no âmbito do evento “Guimarães, Capital Europeia da Cultura”, um projecto que passará pela criação de um espaço multidisciplinar que potencie o tema “ Arte e Cultura na Resistência”.

25- Ano de 2012 – Caldas da Rainha: uma subscritora do projecto está disponível para ajudar a construir uma iniciativa naquela região.

26 Ano de 2012 – Projecto “ UMA VONTADE DE MÚSICA”,disponível para ir a onde for necessário.

 27Ano de 2012 – AJA Norte: apresentação de um espectáculo à volta do projecto Amigos Maiores que o Pensamento – Adriano e José Afonso – que ficará disponível para ser requisitado pelas várias entidades subscritoras do projecto;

28 – Ano de 2012 – Alagamares – Associação Cultural (Sintra) – proposta de uma iniciativa integrada no âmbito deste projecto;

29-Ano de 2012 – Escola Secundária Alexandre Herculano (Porto) – participação activa, nomeadamente com a integração no projecto curricular do “PUZZLE” em parceria com a AJA norte e o SPN;

30-Ano de 2012 – Tertúlia Liberdade (Lisboa) – demonstra disponibilidade para apoiar esta iniciativa em Lisboa, nomeadamente com a realização de uma sessão no espaço em que está acolhida, o Centro Interculturacidade, ou noutro;

31- Apontamento semanal sobre o projecto, em 2012, num programa de rádio de Santiago Cuervos, nas Astúrias;

32- Grande concerto na Casa da Música (Porto) tendo em conta a disponibilidade demonstrada,

                               Procuram-se parceiros:

-divulgação/ exposição da memória publicada nas revistas “Memória de Elefante” e “mc-Mundo da Canção

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,